Quanto ganha um agrônomo?

Você sabe quanto ganha um agrônomo? Ele é um profissional de nível superior capaz de atuar em diferentes etapas do agronegócio. Pode ser desde o plantio da lavoura, passa pela criação dos animais até o armazenamento, a distribuição e a comercialização dos alimentos. Podemos afirmar, portanto, que o agrônomo ajuda a garantir que os alimentos cheguem à mesa com qualidade. Considerando essa característica, trata-se de uma profissão com muita responsabilidade, não é mesmo? Está interessado em saber mais sobre ela? Neste post, informaremos qual é o salário médio do engenheiro agrônomo, quais são as funções exercidas por esse profissional e explicaremos como está a carreira na área. Acompanhe a seguir.

Quanto ganha um engenheiro agrônomo?

A Lei 4.960-A/66, de 1966, regulamenta a remuneração dos profissionais formados em Agronomia, Engenharia, Veterinária, Química e Arquitetura. A tabela desses profissionais está vinculada ao salário mínimo vigente e ao número de horas trabalhadas, independentemente do lugar onde eles atuam. O piso salarial nessas áreas é:

  • 6 horas diárias: 6 salários mínimos;
  • 7 horas por dia: 7,25 salários mínimos;
  • 8 horas por dia: 8,5 salários mínimos.

Apesar dessa quantia estabelecida pela lei, é importante destacar que o salário pode variar conforme vários fatores. Entre eles estão a experiência do indivíduo, a região onde ele atua e o porte da empresa na qual trabalha. De acordo com a Catho.com, a renda mensal média do engenheiro agrônomo é de R$ 4.959,58 no país.

Quanto ganha um engenheiro agrônomo recém-formado?

Destacamos anteriormente que o salário pode oscilar conforme a região e a empresa na qual o profissional trabalha. Apesar disso, na maioria das vezes, os profissionais que concluíram a universidade há pouco tempo costumam ganhar entre R$ 2.400,00 e R$ 4.000,00.

Quanto ganha um estagiário de agronomia?

Sem dúvida, essa profissão é valorizada desde o período de estágio. De acordo com o levantamento feito pelo Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube), um estagiário em Agronomia ganha em média R$ 2.076,24. Trata-se da profissão que apresenta a melhor remuneração aos estagiários, segundo a pesquisa.

Quanto ganha um engenheiro agrônomo em Portugal?

Quem opta por seguir a carreira em solo português tem uma remuneração que varia entre 800 (profissionais iniciantes) até 2.500 euros (agrônomos com mais experiência profissional). Isso equivale a, aproximadamente, R$ 3.536,00 e R$ 11.050,00, respectivamente.

escavadeira quanto ganha um agrônomo

O que faz um agrônomo?

Primeiramente, o profissional deve dominar conhecimentos das áreas exatas, econômicas, naturais e sociais com intuito de melhorar a qualidade das plantações, rebanhos e dos produtos agropecuários. Ele pode atuar em diversas cadeias do setor, como a criação dos animais, o plantio, o armazenamento, a distribuição de alimentos etc. Considerando a diversidade de atuação, os agrônomos podem trabalhar em propriedades rurais de todos os portes, granjas, abatedouros, fazendas, indústria alimentícia, defensivos agrícolas, órgãos de defesa sanitária, entre outras possibilidades.

Qual o perfil do profissional?

Como em qualquer outra profissão, a Agronomia tem algumas características e o profissional que apresenta o perfil que será descrito abaixo tem maiores probabilidades de se dar bem na área. Entre as principais competências, afinidades e habilidades, estão:

  • flexibilidade;
  • capacidade de se adaptar;
  • gostar de cálculos;
  • saber resolver problemas;
  • ter facilidade na interpretação de estatísticas e dados;
  • gostar de estar em contato com os animais.

Como é a carreira do agrônomo?

Primeiramente, para poder exercer a carreira de agrônomo, o indivíduo precisa ser graduado em Agronomia, Engenharia Agronômica ou Engenharia Agrícola. O curso tem duração média de 5 anos. Vale destacar que, após concluir a graduação, é necessário obter o registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) no estado onde você trabalha. O mercado de trabalho destinado aos profissionais de Agronomia é muito amplo no Brasil. Afinal de contas, a economia nacional, de forma geral, é baseada no setor agropecuário. Algumas culturas de destaque desenvolvidas no país são o café (o Brasil é o maior produtor do mundo) e a soja (atualmente ocupa um terço da área agrícola total e 40% da produção é exportada). Vale destacar que há inúmeras outras plantações desenvolvidas no país. As condições climáticas e a extensão no território brasileiro favorecem a implementação de diferentes culturas agrícolas.

Em quais áreas o profissional pode se especializar?

Considerando a diversidade de possibilidades de atuação por parte do agrônomo, existem inúmeras possibilidades de especialização por parte do profissional. Entre as principais áreas estão:

  • administração rural;
  • engenharia rural;
  • beneficiamento e conservação de alimentos de origem vegetal e animal;
  • nutrição animal;
  • ensino e pesquisa;
  • distribuição e comercialização de produtos agrícolas;
  • controle de pragas e prevenção de doenças em lavouras e rebanhos;
  • irrigação e drenagem;
  • mecanização agrícola;
  • políticas públicas destinadas à agricultura;
  • construções e instalações rurais.

Onde estudar Agronomia?

Na sequência do artigo, apresentamos algumas sugestões de cursos bem avaliados na área de Agronomia. Confira a lista abaixo:

  • Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Viçosa-MG;
  • Universidade Federal de Lavras (UFLA), em Lavras-MG;
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU), em Uberlândia-MG;
  • Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em São Carlos-SP;
  • Universidade de São Paulo (USP), em São Paulo-SP;
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFFRJ), em Seropédica-RJ;
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em Santa Maria-RS;
  • Universidade Estadual de Maringá (UEM), em Maringá-PR;
  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis-SC;
  • Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), em Campo Grande-MS;
  • Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia-GO;
  • Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza-CE.

A Agronomia é uma área bastante valorizada no Brasil. Isso vai desde o período de estágio e passa por diferentes etapas da carreira do profissional. Além disso, o engenheiro agrônomo tem diversas possibilidades de atuação, o que aumenta a probabilidade de conseguir um emprego logo após o término da faculdade. Nesse sentido, as especializações são importantes para que a pessoa seja mais requisitada e, consequentemente, ganhe mais destaque no mercado. Agora que já sabe quanto ganha um agrônomo, conheça as outras áreas de engenharia e veja qual é a melhor para você. Não deixe também de conferir o nosso plano de estudos, pois ele vai ajudar a se preparar para os vestibulares da área.