Quanto ganha um personal trainer?

Se, antes, contar com o apoio de um personal trainer para realizar atividades físicas e se manter em forma era viável apenas para pessoas com alto poder aquisitivo, hoje em dia está bem mais acessível para todo mundo.

A demanda por esse tipo de serviço, que é muito mais cômodo para quem o contrata, aliada à preocupação crescente com o corpo e a saúde, além da oferta de profissionais, permitiu que se popularizasse a atuação do coach esportivo.

Esse profissional tem formação em Educação Física e costuma se especializar em treinamentos personalizados e funcionais, de acordo com a necessidade do cliente. É claro que, para isso, ele é bem remunerado.

Quer saber quanto ganha um personal trainer e como ele pode desenvolver sua carreira? Vamos responder agora mesmo! Veja se essa profissão é para você!

O que faz um personal trainer?

Basicamente, para ser um personal trainer, é preciso cursar Educação Física em uma universidade, na opção licenciatura. Além de obter o diploma, deve-se procurar o Conselho Regional de Educação Física e se filiar, garantindo seus direitos no exercício da profissão.

Dessa forma, você estará apto a dar aulas em academias e escolas. É assim que se inicia a carreira da maioria dos coaches. Depois de adquirirem um pouco de experiência, partem para o atendimento personalizado.

O personal trainer é responsável por manter em dia a saúde física das pessoas que acompanha, elaborando um treinamento adaptado às necessidades de cada uma, desde pessoas que desejam estar em forma e manter a qualidade de vida a atletas de alta performance.

Seu trabalho não é apenas motivar o exercício: o personal precisa preparar os treinos de acordo com a demanda e a disponibilidade de cada um e garantir que os resultados sejam alcançados dentro da margem de segurança, isto é, sem lesões ou outras consequências negativas da prática esportiva.

Quanto um personal trainer ganha?

O profissional e o professor de Educação Física não têm um piso salarial nacional. As leis estaduais e os acordos de sindicatos é que determinam a remuneração.

Desde 2013, está em tramitação na Câmara um Projeto de Lei (PL 7006/2013) que definiria em R$ 4.500 o piso salarial do personal trainer no país, para uma jornada de 30 horas semanais.

Então, quanto ganha um personal trainer no Brasil? Depende, entre outros fatores, da localização e do tipo de vínculo (se o profissional é autônomo ou trabalha em uma academia).

A média salarial é R$ 4.140, de acordo com o site LoveMondays. Os salários variam bastante: entre R$ 862 e R$ 15.441.

Uma das razões desse intervalo tão distante entre o menor salário informado e o maior é que, nesse trabalho, o profissional recebe por atendimento feito. Quanto mais horas ele disponibilizar para a clientela, maior serão seus rendimentos no fim do mês.

Porém, a experiência e o renome do profissional também interferem no valor cobrado por sessão, além do tipo de atividade, do local de atendimento e do número de pessoas.

Sim, apesar de pessoal, o treinador pode ser contratado por um condomínio, por exemplo, e dar aulas para poucas pessoas. Outra prática que vem se tornando comum é a aula ao ar livre em espaços públicos, como praças e parques. Junte um grupo de amigos e contrate o personal só para acompanhar os exercícios de vocês.

Personal trainers especializados em corrida, natação, emagrecimento ou outro nicho do mercado também recebem mais, em média.

Quanto ganha um personal trainer em SP?

quanto ganha um personal trainer

Em São Paulo, o valor da hora-aula de um personal trainer é definido pelo Sindicato das Academias: R$ 11,06. Se o contrato for mensal (jornada de 30 horas por semana), em uma academia ou escola de pilates, por exemplo, um recém-formado receberá em torno de R$ 1.798, conforme informa o site Salário.com.

A média salarial do personal trainer no estado de São Paulo é R$ 2.085, bem maior do que a informada pelo mesmo site quando se pensa na média nacional: R$ 1.977.

Quanto ganha um personal trainer nos EUA?

Enquanto o brasileiro precisa ter toda uma formação específica em Educação Física, embora a profissão ainda não seja regularizada, nos Estados Unidos não é preciso nem apresentar diploma para ser um personal trainer.

O salário médio, que lá é calculado anualmente, ultrapassa os US$ 31 mil! No Brasil, equivaleria a receber em torno de R$ 8 mil mensais, de acordo com a revista Exame, e tende a crescer 13% até 2010. É ou não uma carreira promissora?

Quanto ganha um personal trainer no Canadá?

Um pouco mais ao norte, a profissão continua em alta! No Canadá, o salário do personal trainer, também calculado por ano, é CAD$ 50 mil, ou R$ 12 mil mensais no nosso país. Esses dados são do site Payscale.

A carreira do personal trainer

Como mencionamos acima, a profissão de personal trainer não é regularizada ainda, mas, ainda assim, é preciso obter o diploma em Educação Física e se filiar ao Conselho da sua Região antes de começar.

O início, geralmente, ocorre em escolas e academias, locais em que as aulas são coletivas e o atendimento é mais generalizado. Com a prática e a experiência, o profissional pode começar a atender, na própria academia, a pessoas que desejam orientações específicas e, com o tempo, disponibilizar seu horário para atuar em domicílio (em casas, empresas ou condomínios) ou em locais públicos.

O salário do personal trainer atende a suas expectativas? Saiba que esse é um serviço que tende a crescer, por causa da valorização tanto do corpo quanto da saúde!

Se você acha que vale a pena investir nessa carreira, organize seus estudos e garanta um bom desempenho nas provas do Enem e nos vestibulares! Conheça o nosso Plano e tenha à disposição videoaulas e exercícios!