Vidas Secas: resumo do livro de Graciliano Ramos | Stoodi

Vidas Secas, de Graciliano Ramos, é um romance bastante popular e que sempre aparece nos vestibulares. Saiba tudo sobre a obra!

Vidas Secas: resumo do livro de Graciliano Ramos | Stoodi

Obra geralmente está presente na lista de leituras obrigatórias da Fuvest

Cachorra Baleia
Foto: Reprodução/Divulgação. Na imagem está o Menino mais novo e a Baleia retratados no filme
Vidas Secas é uma das obras mais conhecidas, um romance escrito por Graciliano Ramos, publicado em 1938, que retrata a seca nordestina e a necessidade constante de migração.

Resumo das obras obrigatórias da Fuvest: tudo o que você precisa saber sobre os 9 livros

É um dos livros mais pedidos em vestibulares de diversas universidades, entre elas a Fuvest.  Por isso é um livro que aconselhamos fortemente que você leia! Para ajudar, montamos esse resumo com os pontos mais importantes para facilitar a leitura.

Vidas Secas: resumo do livro de Graciliano Ramos

Logo no início do texto, conhecemos Fabiano e sua família, que procura algum lugar para morar.

No meio do sol ardente, Fabiano, Sinha Vitória, o Menino mais velho, o Menino mais novo e a “Baleia” – a cadela da família – encontram uma casa abandonada e se abrigam no local. A chuva vem e o dono das terras também. Ele faz um acordo com Fabiano para que ele trabalhe no local em troca de abrigo.

O patrão possuía um armazém que vendia os alimentos para a família – vale destacar que os custos eram abusivos. As compras eram anotadas numa caderneta e, com o tempo, os números pareciam se modificar. Quando Fabiano questiona o dono da fazenda, ele o demite. Assim, Fabiano aceita os abusos e se desculpa por perguntar.

O chefe da família vivia passando por situações revoltantes (como uma prisão injusta que sofreu) e não podia reclamar de nada, guardando todo aquele sentimento para si por conta de sua realidade financeira.

No fim, a família acaba fugindo mais uma vez, tentando escapar da seca e da perseguição do patrão.

Durante a narrativa, o autor utiliza algumas metáforas. Ele destaca o gosto da família por Baleia, a cadela, que é tratada como gente.

Tipo de narração: terceira pessoa

Tempo: tempo psicológico assume um caráter maior do que o tempo cronológico e não segue uma linearidade.

Cenário: Nordeste brasileiro passando por estiagem.

Resumo Vidas Secas: Personagens principais

  • Baleia: cadela da família, tratada como gente, muito querida pelas crianças.
  • Sinhá Vitória: mulher de Fabiano, sofrida, mãe de dois filhos, lutadora e inconformada com a miséria em que vivem, trabalha muito na vida.
  • Fabiano: nordestino pobre, ignorante, que desesperadamente procura trabalho, bebe muito e perde dinheiro no jogo.
  • Filhos: no livro eles ganham os nomes “Menino mais velho” e “Menino mais novo”. São crianças de família pobres sofridas e que não têm noção da própria miséria.
  • Soldado Amarelo: quem prendeu Fabiano injustamente.
  • Patrão: dono das terras, acabou contratando Fabiano para trabalhar em sua fazenda. Ele era desonesto e explorava o chefe da família.

E ai, gostou do resumo do livro Vidas Secas? Confira outros resumos que também podem te ajudar!

O Cortiço: resumo da obra realista naturalista de Aluísio Azevedo

Sagarana: resumo do primeiro livro publicado por Guimarães Rosa

Bons estudos!

1 comments
  1. Há em Vidas Secas um sentimento de abandono extremo, retratado por uma família humilde do interior nordestino que vive às duras penas um destino cruel. A crueldade deste destino, expressa no silêncio de Fabiano, nos sonhos de conforto de Sinhá Vitória e nas aventuras de Baleia com os meninos, é o retrato perfeito de um tempo difícil para os nordestinos. Viva Graciliano Ramos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *