Copa do mundo feminina: história, premiações e mais!

Copa feminina de futebol: confira sua história, quando surgiu e como o tema pode ser cobrado no vestibular e nas redações!

Copa do mundo feminina: história, premiações e mais!

Neste artigo, falaremos sobre a copa do mundo feminina, trataremos um pouco da sua história, com destaque para a copa deste ano, explicando também o motivo de sua importância. Por conta da efervescência social do tema, escrevemos este pequeno guia para orientar o estudante sobre assunto.

Com esta leitura você terá propriedade para discutir a copa do mundo feminina. É bem possível que ela caia nas provas de vestibular nos próximos anos, assim como no Enem. Pode surgir como um tema de disciplinas como história ou geografia e até matemática. Além disso, é possível que ele apareça também entre os tão aguardados assuntos da redação.

Garanta seu desconto com a nota do Enem

Levando em conta que esse é um assunto relevante tanto para nossa sociedade quanto para sua formação estudantil, de fato é necessário colher informações confiáveis sobre ele. Vamos lá, então?

História da Copa do mundo feminina

A primeira edição desse evento ocorreu no ano de 1991, cerca de 60 anos depois do início da copa de futebol masculina. A primeira vencedora foi a seleção dos EUA, país com o maior número de títulos, tendo quatro vitórias no campeonato em sua história.

Além da primeira, eles também ganharam a terceira edição (que ocorreu em território norte-americano) e as duas últimas versões, tendo o bicampeonato conquistado em 2015 e 2019. A Alemanha é a segunda seleção com mais vitórias, sendo bicampeã nos anos de 2003 e 2007. Outros países campeões são a Noruega e o Japão, cada um com um título em sua história.

Vale notar que na década de 90 também se iniciou a participação da modalidade nos jogos olímpicos. Isso se deu 1996, nos jogos de Atlanta justamente nos Estados Unidos. Apesar de não ter ganhado a medalha de ouro, o Brasil se destacou com a artilheira do campeonato em sua equipe, Pretinha.

Copa do mundo feminina 2019

A copa do mundo feminina do ano de 2019 foi disputada na França. Tanto no Brasil, como mundialmente, foi a edição do evento que mais teve atenção da mídia e telespectadores. Houve grande expectativa e adesão de novos interessados no evento. Sobre o resultado da seleção brasileira, chegamos a passar da fase de grupos, mas fomos eliminados em um jogo contra a frança nas oitavas de final.

Entretanto, temos algumas conquistas relevantes na história da competição. Marta, conhecido símbolo do futebol feminino no Brasil, conquistando sua posição como maior goleadora desses mundiais.

Marta já marcou 17 gols somando sua participação em todas as copas, superando nessa edição a marca até mesmo do maior goleador dos mundiais masculinos, o alemão Miroslav Klose. A jogadora Formiga foi a mulher que mais vezes vestiu a camisa da seleção, participando de seis edições dos jogos olímpicos, e de 7 copas do mundo.

Futebol feminino no Brasil.

Pensando agora no futebol feminino a partir de nosso contexto, podemos levantar algumas informações que ajudarão em suas análises.

Proibição da modalidade no Brasil

Você sabia que o futebol feminino já foi proibido em nosso país? Durante o governo de Getúlio Vargas, em 1941, um decreto foi publicado que proibiu a prática de esportes que “eram incompatíveis com a natureza feminina” pelas mulheres.

Esse decreto só foi revogado quatro décadas depois, com a intensa participação feminina na luta por direitos sociais. É razoável considerar que esse longo período foi bastante prejudicial para o esporte no país, que já não recebia muita atenção e investimentos, e acabou por se estagnar por todos esses anos.

jogadoras copa do mundo feminina

Quantas copas do mundo a seleção brasileira feminina ganhou?

Apesar de ser pentacampeão da copa masculina, nosso país ainda não tem nenhum título mundial pelo futebol feminino. Mesmo tendo grandes representantes da modalidade mundialmente, a melhor colocação da seleção Brasileira foi o vice-campeonato, na edição de 2007, disputada em território chinês.

É um desempenho interessante, se comparado com ao da maior parte das outras nacionalidades participantes do campeonato. Entretanto, podemos conjecturar algumas causas que impedem uma qualificação ainda melhor de nossas jogadoras.

Assim como alertaram as próprias esportistas nesse último evento, é evidente a disparidade entre a valorização das jogadoras femininas em relação aos masculinos. O valor recebido nos salários e das marcas patrocinantes não é só menor, como muitas vezes inferior aos dos homens nos mesmos cargos no futebol.

A questão aqui não é exatamente sobre ganhar ou não competições, mas sim em pensar nas condições de possibilidades para essas atletas. Não é por acaso que os Estados Unidos são o país com a maior quantidade de títulos. Existe de fato um investimento maior por parte do governo e um reconhecimento social mais legítimo.

Como abordar a copa de futebol feminino no vestibular?

Para ajudá-lo a estudar, vamos destacar alguns aspectos que podem ser destrinchados por você ao abordar o tema em suas diferentes vertentes.

  • questão do sexismo em geral;
  • crescimento da presença de mulheres em cargos tradicionalmente masculinas e suas implicações;
  • disparidade entre os valores recebidos;
  • além da própria desvalorização usual que o futebol feminino tem perante a copa masculina.

Bom, agora que você sabe bem como funciona a copa do mundo de futebol feminino, resta aprofundar seus estudos sobre o que mais interessou você neste conteúdo. É um assunto bastante vasto, que se relaciona com outras temáticas importantes no vestibular!

Deixamos também a sugestão de que dê uma olhada em nossa correção de redação! É uma função exclusiva do site do Stoodi, que devolve seu texto com opiniões reais de nossa equipe sobre seu estilo de escrita e em que você deve focar para melhorar sua nota.

Por fim, deixamos a nossa sugestão para que conheça o plano de estudos! Com ele, é possível elaborar estratégias e obter resultados concretos na busca pela vaga no curso dos sonhos!

1 comment
  1. Gostaria de parabenizá-los pelo excelente conteúdo em sua
    página! Fiquei feliz com a qualidade das informações que
    vocês compartilham e como elas são úteis para o público
    em geral. No entanto, gostaria de solicitar que vocês
    considerem fazer uma postagem mais detalhada sobre o
    assunto abordado. Tenho certeza de que muitos dos seus
    leitores adorariam saber mais sobre o tema. Por fim,
    gostaria de convidá-los para visitar meu blog também. Nele,
    compartilho dicas e informações valiosas sobre diversos
    assuntos. Tenho certeza de que vocês irão gostar! Mais
    uma vez, parabéns pelo excelente trabalho!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *